quinta-feira, novembro 27, 2014

Mais uma vez, quanto tempo!

Mais de uma semana se passou, desde a última vez que estive por aqui. O trabalho está numa correria só. Fim de ano é uma loucura!!! Resultado: dor de estômago, intestino irritável e mal estar. Que maravilha! Uma semana sem treinos, por isso.

Mas, semana passada, retornei aos treinos, na mesma intensidade e regularidade de antes - um salve ao MiCoach da Adidas! Aliás, se não lembra dele, dá uma olhada neste post. Super recomendo! 

Mais uma mudancinha aqui neste humilde bloguinho: pra não deixar de contar sobre meus treinos, por conta da falta de tempo, vou começar a postar algo como um cronograma da semana. Acho que assim não fico em falta. Vamos ver se vai dar certo!

Essa foi minha semana passada corredora:

RESULTADO
PROPOSTA
17/11/14
3,06 km - 24'
6' CA + 2X (1' CM + 1' CL) + 1' CA +  2X (1' CM + 1' CL) + 1' CA +  2X (1' CM + 1' CL) + 4' CA
18/11/14
3,55 km - 29'18"
5'CA + 20' CL + 5' CA
20/11/14
4,93 km - 49'
30' CA + 5' CA + 3X (2'CM + 1' CF) + 5' CA
22/11/14
6,65 km - 55'
5' CA + 20' CL + 5' CA + 5' CA + 2X (5'CM + 5' CA)


E essa semana já está correndo, e correndo bem! Quer saber das propostas? Vai que você também aceita!

RESULTADO
PROPOSTA
26/11/14
3,80 km – 30’10”
5’ CA + 20’ CL + 5’ CA
28/11/14
30’ CA ou TR
29/11/14
5’ CA + 30’ CL + 5’ CA
30/11/14
5’ CA + 5’ CM + 5’ CA + 5’ CM + 5’ CA


Que tal?

Os sucos e receitinhas saudáveis também continuam em produção constante. Quando crir coisinhas novas, conto aqui pra vocês!

E, aí, como vai correndo a vida?



sexta-feira, outubro 31, 2014

Como disse ontem...

Não lembra do que falei ontem? Dá uma olhada aqui, então, e depois volta, ok?

Agora que você refrescou sua memória, vou contar minhas impressões sobre a corrida dos 100 passos. Em uma só palavra: curti. De fato, é rápida, se a sua velocidade de corrida é razoável. Mas, para o último dia da semana, quando o corpo já está cansado, é uma boa pedida. 


Confesso que, como hoje é feriado pra mim - dia do servidor público! - saí mais tarde para a corrida, o que acabou prejudicando meu desempenho, não só pela falta de hábito em correr com o sol mais forte, mas também pelo calor que está fazendo desde a madrugada. Por isso, acabei não fazendo o desaquecimento de 15 minutos completo - foram somente 3'29". Que exatidão no descumprimento, hein? kkkkk

De todo modo, como disse, foi uma boa pedida e, sim, mereceu o troféu joinha e a vaga na minha agenda de treinos. 15' trote aquecendo, seguido do jogo da contagem de passos, alternando ritmo de corrida e trote e aumentando 10 segundos a cada série - aqui, totalizei 13'25" - e terminando com o desaquecimento. Super recomendo!

E digo mais: é um super trabalho físico e mental, já que não é fácil controlar a respiração, manter o ritmo das passadas e contar cada passo. #ficaadica

Antes e depois, claro, teve suco: banana, maça, cenoura, gengibre, linhaça e chá verde.

E, aí, experimentou? Vai lá, o fim de semana está chegando... Vai que você também curte ;-) Mas se prepara porque dá uma sede de um dia inteiro! Estou bebendo água loucamente e a sede volta numa velocidade impressionante!!!

quinta-feira, outubro 30, 2014

Depois do primeiro passo, você pode chegar ao 100º

Essa é a proposta da Corrida dos 100 passos. Já ouviu falar? Li uma matéria sobre e achei beeem interessante! Que tal dar uma clicada, pra conhecer?

Como gosto de novidades, vou colocar no meu treino de amanhã! Sim, hoje foi dia de fortalecimento - o dia de ontem foi muito cansativo. =/

Então, amanhã, conto como foi pelas bandas de cá, ok? Vai que o treino dos 100 passos ganha meu troféu joinha e um dia fixo na minha programação semanal?


quarta-feira, outubro 29, 2014

Pra variar, correria!

Hoje é dia de endocrinologista, médico fundamental para o cuidado com o funcionamento hormonal do nosso corpo, o que está diretamente ligado ao metabolismo. Ele também traz uma boa orientação em relação à alimentação, não só para o corredor. 

Então, hoje é dia de ir mais cedo para o trabalho. E, pra não deixar a atividade de lado, nada como um bom alongamento matinal de 30 minutinhos.

E, aí, prontos para mais um dia?



quinta-feira, outubro 23, 2014

Mudando perspectivas, revendo possibilidades

Voltando a estudar e, infelizmente, como para um trabalhador, manter-se firme nos concursos para conseguir algo melhor, não é fácil, resta abrir mão de algumas coisas, por isso, correndo um pouco menos. Mas só um pouco menos, sem deixar de correr, afinal, a cabeça precisa relaxar e se dedicar a outras atividades pra não dar pane.

Senta, que lá vem história...

Depois de batalhar um pouquinho na iniciativa privada, após o término da faculdade, você, enfim, consegue passar no concurso público. Maravilha! Estabilidade, benefícios, desenvolvimento... Bem, não é tão lindo assim. Claro, é bom. Realmente, ter estabilidade num país em que ainda há um grande percentual de desemprego pode-se se dizer até que é um luxo, mas, pra quem sempre dedicou a aprender, se desenvolver, crescer com cada experiência, é complicado lidar com a falta de estímulos e perspectivas. 

E quando essa situação ainda vem acompanhada da ridícula realidade em que você, que ainda é um mini craque, com seu mini salário e mini autonomia, fica responsável por verificar (leia-se corrigir) e dar sequência a atividades realizadas por quem é master, ao menos na classificação?

Não é brinquedo, não! É preciso agir e rápido!

 
E a ideia é simples! Livros, venham depressa que vou lhes usar!

Como tenho dito: não ter problemas ou aborrecimentos é quase impossível em qualquer perspectiva de trabalho, mesmo a mais maravilhosa de todas, mas conquistar novos problemas e talvez um cargo mais compatível com o tamanho do estresse até que pode ser uma boa pedida. =D

Então, vamos que vamos em mais essa meta?

P.S.: Essa semana realmente, ainda não teve corrida, mas os exercícios se mantiveram em 2 dias, além da yoga. Amanhã, espero dar uma corridinha, sim, para brindar a semana! Aguardem as cenas dos próximos capítulos. Inté!



terça-feira, outubro 21, 2014

Basta dar o primeiro passo

E essa ideia serve pra tudo na vida: desde um exercício matinal até as possibilidades de dia.


Eu sei, com chuva, algumas coisas ficam mais complicadas. O transporte público não ajuda, a roupa chega meio seca meio molhada no trabalho, o cabelo, as vezes, não se comporta como gostaríamos etc etc etc. Mas que tal tentar transformar esse dia de chuva em algo positivo. E eu nem estou falando só do quanto positiva a chuva é nesse momento de calor intenso que estamos vivendo, com direito até a falta d'água em alguns muitos lugares. Estou falando também da possibilidade de uma roupa mais elegante, do café ou chocolate quente fazendo uma alegria maior ao coração - mesmo que não faça frio! Do jantar levinho com uma sopa, até pela praticidade em fazer, já que a chuva cansa um pouco o dia... 

Lembrem que


Então, basta dar o primeiro passo. Eu iniciei o dia com um suco berinjela, maça e grão de trigo, batidos com chá de boldo e cravo em que a berinjela ficou de molho de um dia para o outro. Troquei a corrida - por causa da chuva - pelo exercício de fortalecimento e já preparei uma marmita de macarrão integral com berinjela e ovo cozido. Delícia proteinada!!! Para o café da manhã, um cappuccino whey protein, para repor. Que tal?

E, você, já deu o primeiro passo de bem estar de hoje? Vai lá, ainda dá tempo!


segunda-feira, outubro 20, 2014

Missão cumprida!



A Boost Endless Run foi, realmente, ótima! 
 
A organização está de parabéns, por tudo - duas belas camisas - adorei a sensação da camisa finisher! -, assistência, hidratação suficiente durante todo o percurso, reposição e recuperação pós-corrida (frutas, gatorade, barra de proteína e até massagem e "mergulho" das pernas no gelo, se você tivesse a paciência que não tive para enfrentar fila), além das fotos da chegada, que foram postadas no Facebook de cada participante que tivesse se cadastrado.

Os participantes também estão todos de parabéns. Muita garra e determinação!

No mais, os treinos surtiram o efeito esperado: consegui manter um bom ritmo nas duas corridas (10km e 5km), apesar de ter sido interminável o último km da segunda corrida (rs). Superei mais ainda minhas expectativas por estar sem dores hoje. \o/

Seguem, então, os comprovantes - acho que foi fácil me achar, né?

 


Hoje, descanso e recuperação. Amanhã, de volta aos treinos para o próximo desafio, que logo, logo, será escolhido.

Então, corra! Uma ótima semana nos espera! 


terça-feira, outubro 14, 2014

Máxima de 41ºC! Estamos preparados?

Que temperatura foi aquela de ontem? E hoje não está muito diferente, não! Apesar de mais nublado, está bastaaante abafado ainda. E, aí, sua hidratação está em dia, pra aguentar a pressão?

Nós já conversamos um pouco sobre a hidratação, lembra? Não? Então, dá uma olhada lá (ou aqui), eu espero.

Então, só vim aqui hoje, depois de terminar meus exercícios (pliométricos com fortalecimento e abdome), pra lembrar da importância da hidratação, principalmente pra quem faz atividade física.

Não é preciso sentir sede pra beber água, ok? Tente manter uma rotina, ingerindo água, lembrando da facilidade e da variedades de chás e sucos - preferencialmente, de frutas e com cautela, pra não exagerar aqui, ok? 

Algumas saladas também são ótimas formas de hidratação. Basta acrescer elementos fontes de água: rabanete, tomate, melancia, pera, couve-flor, nabo, abacaxi, berinjela, beterraba e tantos outros.

Vejam alguns exemplos entre as marmitas que já postei aqui pra vocês:

  

Pra ser mais atual, dá só uma olhada na minha marmita de hoje. Super verão!

Berinjela, couve-flor, agrião, todos picados e cozidos no vapor,
tomate picado, humus e um hamburger de frango feito no forno.

Então, mãos à obra! Um bom super refrescante a todos ;-)

sábado, outubro 11, 2014

Eu acredito no poder da oração pra tudo, e você?


O amanhã sempre pode renovar, certo?

Como costumo dizer, nosso corpo dá os sinais da nossa saúde e é fundamental estar atento aos mesmos. Apesar de todos os pesares, que ficam por conta do mal estar, da falta de treino, da falta ao trabalho e da tarde inteira tentando, sem sucesso, marcar uma consulta médica, o descanso a que fui obrigada ontem e a alimentação balanceada habitual garantiram a disposição necessária para uma relativa volta à rotina no dia de hoje. 

Mas com a devida calma, correto? Então, alongamento/aquecimento seguido de 5,3 km de corrida em ritmo confortável. Hidratação garantida a cada 1,5 km - porque o calor está da gota -, e um suco, pra fechar, de banana, cenoura, gengibre e linhaça no chá verde.

Pro almoço, estou pensando em arroz integral com couve-flor, que, é claro, também integrará uma das marmitas da semana. ;-) Uma saladinha de agrião com tomate, pra acompanhar... Acho que ficará bem apropriado pra esse calor. Mando notícias a respeito, ok?

Por agora, então, fica o desejo de sempre:



sexta-feira, outubro 10, 2014

É, corredores, a vida não é fácil...

Hoje era dia de corrida, mas, infelizmente, não foi. Acordei com febre e mal estar hoje, depois de sentir dor de estômago e dor de cabeça por todo o dia de ontem. Nem trabalhar fui hoje. Não sei ainda se é estresse, calor ou outra coisa. =/

Fiz um suco esperto hoje pra fortalecer e manter a hidratação em dia - sem deixar de lado a água, hein, pessoas, ela é fundamental pra hidratação completa. Usei melancia, linhaça e agrião, batidos no chá de sete sangrias, cravo e canela. Esquenta um pouco, mas faz sair o que tiver que sair. Tem que tomar cuidado só com o vento e a friagem.

Fiz um creme de milho com gengibre pro almoço, que ficou uma delícia,, além de ser muito nutritivo e pouco calórico. Ficou curioso? Quer testar? É só bater uma lata de milho (sem o líquido) com uma xícara de leite e as lascas de gengibre. Por quanto tempo? Depende de você: deixe da textura que prefere. Pode bater até ficar totalmente cremoso ou deixando alguns pedacinhos, que foi como deixei. Pra completar, refoguei no azeite dois punhados de agrião e meia cebola, ambos picadinhos, e distribuí por cima do creme. Vale apostar!

Só pra atualizar, apesar de ontem ter sido dia de descanso, na quarta fiz meu fortalecimento de praxe. E, pra não perder o foco, amanhã, se tudo acordar melhor, a corrida de hoje será cumprida, afinal, o desafio está chegando! Esqueceu? Então, clica aqui pra lembrar.

E, você, já cuidou da sua saúde hoje? Então, vai lá porque ainda é tempo! Mantenha o foco e tenha um ótimo dia!


segunda-feira, outubro 06, 2014

Falando de eleições...

Prometo não me alongar na minha manifestação de opinião, mas me recuso a deixar de falar sobre o quão decepcionantes tem sido, a cada eleição, os resultados. 

Já era esperado, na apuração, um conjunto de candidatos eleitos sem qualquer conexão. Ok, cada um tem sua opinião e é livre para manifestá-la através do voto, mas esperava, ao menos, um pouco mais de coerência individual. Nessa fartura de opções ruins, o que ouvi foram pessoas que votariam em candidatos totalmente e manifestamente opostos em suas propostas. Será que essas pessoas pensaram, analisaram falas e atitudes, antes de escolher seus candidatos?

Vi gente que havia esquecido a cola com os números dos candidatos, não sabendo sequer o nome do escolhido para procurar na relação colocada em letras minúsculas ao lado da urna.

Fui interrompida, no meu caminho, por gente com a cola pronta na mão tentando me convencer a votar em A, B ou C.

Tenho receio, muito receio quanto a viabilidade de se atingir bons resultados em termos de gestão de país dessa forma que estamos caminhando. E tenho dúvidas do quão democrático é dar essa liberdade a cada um sem instrução, sem garantir que cada um tenha capacidade de analisar e saber o que quer, o que precisa e o que espera ou deve esperar. Sem esquecer daqueles que, sim, tem capacidade para raciocinar, mas não estão nem um pouco preocupados com quem chegará ao poder, por considerarem não ser deles essa responsabilidade.

Não que a democracia não seja a estrutura ideal. Com certeza é. Mas ela também precisa ser bem gerida e aplicada porque, do contrário, ela deixa de ser a possibilidade de escolha livre feita por cada um, segundo sua própria análise, passando a mera repetição de uma escolha guiada e dividida entre blocos de "amigos".

domingo, outubro 05, 2014

Pra não perder o hábito, hoje teve criação na cozinha!

Como hoje foi dia de produção de marmitas, aproveito minha passagem por aqui pra compartilhar um experimento que deu certo: creme de lentilhas. Além de regular o açúcar no sangue, a lentilha é uma ótima forma de repor o estoque de ferro do organismo, então, vale apostar!

Como fazer? Cozinhe 2 xícaras lentilha em 2 xícaras de água já fervida, junto com 4 dentes de alho fatiados e uma colher de chá de pimenta calabresa - o tempero fica a critério do cozinheiro. Quando estiver bem macia, desligue o fogo e espere esfriar. Quando morno, quase frio, transfira para o liquidificador, acrescente 2 colheres de gergelim, 1 colher de sopa de gengibre picado e liquidifique. Se estiver muito seco, acresça o quanto necessário (em colheres) de sopa de água. Está pronto!

Eu achei ótimo e espero que você também goste. Se testar e quiser compartilhar, sugerir, modificar ou criticar, fique a vontade.

Ah, e também teve o suco ou suchá do dia: chá mate batido com casca de laranja. Maravilhoso, diurético, energizante e refrescante.



Nessa corrida que é a vida...

...vim desejar um ótimo domingo de eleições a todos. Ainda não votou? Corre lá porque vai acabar!

Eu sei que muitos questionam esse negócio de democracia em que somos obrigados a fazer coisas, como votar, sob pena de multa. Posso dizer que, especificamente nestas eleições, também pensei muito a respeito disso.

Naquela ideia de permitir aos cidadãos participar da escolha dos dirigentes do país, somos obrigados a manifestar nossa opinião através do voto. O que acontece, muitas vezes - agressivamente, nesta, posso dizer -, é que não temos ninguém que consideremos qualificado o suficiente pra gerir o país e, mesmo assim, temos que ir até as urnas e escolher alguém. Difícil missão.

Aí, me ponho a pensar: é verdade que, por um lado, a não obrigatoriedade pode gerar uma omissão generalizada de grande parte da população em sua responsabilidade enquanto nação, que estaria concentrada, entre outras coisas, na escolha, fiscalização, acompanhamento dos governos e governantes - aqui incluídos todos os cargos; mas, de outra ponta, a facultatividade talvez levasse aos candidatos a obrigação de nos apresentar propostas mais consistentes, programas de governo compatíveis e organizados, que pudéssemos, inclusive, nos lembrar e acompanhar, efetivamente fiscalizar, de alguma maneira o cumprimento. 

Mas, confesso, esse é um grande conjunto de achismos e a verdade que temos é que fomos lá e cumprimos nosso papel, esperando que os "escolhidos" correspondam. Nos resta acompanhar. 


Ah, e como estou aqui e o tema é cidadania, aproveito para contar que, ontem, participei da Corrida Juntos Podemos Mais do Projeto Diga Não À Fome. Além do valor das inscrições, que seriam utilizados em benefício dos assistidos pelo projeto, cada participou levando 1kg de arroz e 1kg de feijão. É um projeto muito bonito de ajuda e solidariedade, que vale a pena conhecer o trabalho clicando aqui

Fica o registro: mais o que uma medalha no final, a sensação de poder ajudar quem precisa praticado um esporte que amo é maravilhosa. 

Bom fim de domingo e uma ótima semana a todos.


terça-feira, setembro 30, 2014

Dica rápida!

Depois dos exercícios matinais, vim aqui só pra dar uma dica, que na verdade foi uma coisinha que fiz pra mamys e eu no fim de semana e ficou diferente, saudável e delicioso! Que tal, na hora de fazer seu macarrão, substituir o molho de tomate por um molho feito com abóboras? Você ganha em vitaminas A, C e E, com pouquíssima gordura. É só cozinhar a abóbora e amassar feito purê. Se quiser e não ligar pro acréscimo de um pouco de gordura, pode deixar um pouco mais cremoso com creme de leite. Mas, se não quiser este acréscimo, misture um pouquinho de água - cuidado, porque a abóbora já solta alguma quantidade - e dissolva um pouquinho - 1 colher - de leite em pó desnatado ou acrescente cerca de meia xícara de leite já pronto - sem acrescer a água, nessa possibilidade, ok? E, claro, se não quiser, não coloca mais nada porque só a abóbora já deixa especial.

Pra terminar, pode temperar. Eu coloquei orégano e um pouquinho de pimenta picada. Ficou ótimo e mereceu um...




Vai lá, experimenta! Que tal? Depois me conta.

sábado, setembro 27, 2014

Mais uma semana beeeem corrida!

Pois é, estão cada vez mais corridas minhas semanas. Me faz até pensar que o ano já está quase acabando! #meodeos

Mas, ainda que a semana tenha sido atarefada, ao menos um de cada um dos exercícios programados pra minha semana foram cumpridos: na terça, corrida com bom ritmo; na quarta, fortalecimento; e, na quinta, yoga, para equilíbrio mente e corpo. 

E hoje? Hoje é sábado, dia um pouco menos corrido, mas não sem atividades. Tem que cuidar do cabelo, da pele, das marmitas, do namorado, da vida social, da distração pra relaxar a cabeça dos problemas da semana... Tudo isso também é saúde, certo?

Por isso, vim aqui recomendar um achado, quero dizer, um encontrado, já que não fui eu quem achou - foi um brinde que ganhei numa promoção, então, como não estava nos meus planos adquiri-lo, posso dizer que ele me encontrou: bolo de caneca integral. Sobre este encontro, só posso dizer: prazer em conhecê-lo!

Confesso que era bem desconfiada dessa ideia de bolo de caneca de saquinho (rs), mas fiz e ficou uma delícia. Textura ideal, pronto em 1m30 - a embalagem fala 1m10, mas achei melhor colocar 20s mais pra que ficasse mais sequinho. O que fiz foi de maça com canela e tem pedacinhos de maça! Ideal para um café da manhã ou até um lanche da tarde. Ah, troquei o leite desnatado, como recomenda no modo de fazer, pelo leite de soja - extrato de soja, na verdade. Não interferiu no sabor, não! Então, #ficaadica.

O bolo na foto parece meio tortinho, mas é porque já havia tirado uma colherinha para experimentar a textura assim que terminou o tempo recomendado e decidi deixar aqueles 20 segundinhos mais.
As #eleições2014 estão chegando também. Não estou falando muito sobre isso por aqui, acho que o rol de candidatos não tem me animado muito e a consciência do nosso povo, sem querer ser negativa, não me causa grande esperança. Enfim, só peço atenção a todos na hora do voto. Pesem bem, avaliem as propostas, não se deixem levar pelo voto do outro, façam suas próprias escolhas e não se deixem enganar por promessas que, todos sabemos, são impossíveis de cumprir, nem por candidatos que antes já não fizeram nada para demonstrar que mereciam um lugar de volta ao poder.

Então, por agora, é só. Bom fim de semana a todos!

sábado, setembro 13, 2014

Quanto tempo!

Quanto tempo longe da corrida e, consequentemente, daqui. Consegui correr segunda-feira e depois... Muito trabalho, muito cansaço. Confesso que tem me faltado forças na correria e loucura que está meu dia-a-dia. Mas, como dizem, e eu acredito fielmente, que os desafios são propostos na medida do guerreiro, então, preciso lembrar sempre que cada obstáculo pode ser temporário, basta não desanimar diante dele. 


A dor de cabeça hoje é forte desde que acordei, mas não deixei de fazer uma sessão de yoga e pilates pra relaxar a mente e ativar o corpo. Depois, iniciei o "ritual" de preparação das marmitas, que, pra mim, também é muito relaxante! Que tal os resultados?


Por "prato":
Espinafre com salsa, batata e cenoura cozidas, arroz integral com linhaça e cenoura e peito de frango.

Arroz integral com linhaça e cenoura, ervilha, cebola e ovos cozidos.

Espinafre, tomate, salsa e nabo, todos picadinhos, proteína de soja com pimenta do reino e pimenta calabresa.

Arroz integral com linhaça e cenoura, estrogonofe de frango, batata e cenoura cozida.

Aproveitei para o momento de criação para, digamos, estender a arte para além da cozinha! Sabe aquelas roupas que você tem e deixou de usar talvez porque, quando você comprou, queria uma cor um tanto vibrante, tipo verde na sua categoria mais verde do verde, mas aí, com o passar do tempo, você prefere ser um pouco mais discreta e começa a achar que uma calça envelope já chama atenção por si só? E sabe quando você tem uma roupa que você não usa há muito tempo poque você acabou achando ela sem graaaaça? Pois é, resolvi dar uma renovada nessas roupitchas, usando aquelas tintas para tecido, e ficaram lindas, misturas de cor que, olha, gostei muitíssimo!

Só uma prévia, porque ainda estão secando - por favor, sol, colabora porque quero usar a calça hoje (rs):


 


E também teve o suco do dia: limão (com casca), cenoura e espinafre, no chá verde! Refrescante e energizante. Que tal?

E, você, já cuidou da sua saúde e se proporcionou bons momentos hoje?

quinta-feira, setembro 04, 2014

Porque, como costumo dizer, o movimento não pode parar!

Nem com esse tempo louco que está fazendo nesse Rio de Janeiro...

Apesar da motivação de ontem (pode lembrar clicando aqui), resolvi não desafiar o tempo, afinal, ainda estou tossindo muito durante a noite e tomando remédio para resfriado. Mas, como estou num ritmo intenso de trabalho, me recuso a deixar de me movimentar nesse comecinho de dia. Então, trouxe o ontem para hoje e fiz minha local de fortalecimento, foco nas perninhas com reflexo no abdome. Que maravilha!

Suco do dia: maça, chá verde com aquela misturinha de farinhas. 

Agora sim, estou preparada para a longa viagem rumo ao trabalho que me espera... Vamos lá quinta-fera!


quarta-feira, setembro 03, 2014

terça-feira, setembro 02, 2014

Sim, hoje teve exercício

Depois da corridinha de ontem, como é importante fortalecer a musculatura, hoje foi dia de circuito alternando educativos com uma local dinâmica, mantendo o metabolismo ativo e integrando sempre exercícios de braços e pernas. Show de bola! Rumo à meta!

Agora, rumo a rotina do dia: trabalho, casa, trabalho. Vamos que vamos porque o dia só está começando!

Suco do dia: laranja, abobrinha, talos de couve, chá de sete sangrias, linhaça e gengibre

E, você, já se proporcionou um pouco mais de saúde hoje?

Bom dia e bons treinos!

Saborizando com ervas

Recebi uma mensagem muito interessante do site Receita Natural - que adoro, aliás, e por isso me inscrevi para receber mensagens - sobre o uso de ervas para temperar. Achei interessante falar um pouco mais sobre isso.

Vivemos naquela busca pela saúde e enfrentando os desafios para fugir de alguns hábitos ou facilitadores, as vezes, muito perigosos. Muita gente me pergunta como não uso (ou uso tão pouco) sal ou, ainda, como tempero sem utilizar sempre aqueles caldos prontos. Bom, eu uso ervas, adoro os variados tipos de pimentas, guardo caldo do frango quando cozinho - fazendo cubinhos de gelo pra guardar, sabe? A regra, na verdade,é experimentar! O orégano, a salsa, o tomilho e o cominho, por exemplo, são os clássicos e cada um pode dar um sabor especial à comida. A páprica é minha querida, entra em quase todos os pratos! Pimenta picadinha, com cuidado pra não tornar qualquer prato unicamente de sabor pimenta. Quantas vezes, apenas uma salsa ou um cheiro verde naquela salada de alface e tomate de todos os dias já não tem um gostinho mais apetitoso?

Cravo e canela num café ou chocolate quente, já experimentaram? Fica m-a-r-a-v-i-l-h-o-s-o! Gengibre ralado numa sopa ou até no tempero de uma salada de grãos, como lentilha, feijão fradinho ou grão de bico? Nossa!

Uma vantagem de não utilizar um tempero pronto, aliás, é poder dar uma cara diferente ao mesmo tipo de prato e renovar o paladar, conhecer novos sabores.


E, aí, já renovou os sabores hoje? Que tal experimentar?

Bom dia!

domingo, agosto 31, 2014

Positive vibrations

Mais uma segunda-feira chegando, mais uma semana cheia de planos. E a meta da volta (de verdade) às corrida permanece, afinal, a saudade dessa atividade tão especial e que posso dizer tão importante na minha vida já está gigante!!!

Então, vamos que vamos! E por que não ao som de Marley? Pensamentos e vibrações positivas, boas energias e bom descanso a todos.




sábado, agosto 30, 2014

Vida, vida, vida...

Terça-feira, minha semana mental estava lindamente definida, lembram? Os treinos voltariam a ser regulares, o trabalho, que na semana anterior estava em ritmo intenso, me permitiria manter energias para acordar super inteira para minha amada rotina de exercícios pré-trabalho... Se não lembra, dá uma olhada, foi o post anterior a este, é só clicar aqui =O 

Bom, mas o que aconteceu não foi bem isso, não =( Intensidade no ritmo mega intenso durante todo o dia de trabalho, tosse e, consequentemente, noites mal dormidas, nariz entupido ao acordar, finalizando com chuvinha fraca do amanhecer, que impossibilitavam qualquer possibilidade de, ao menos, caminhar. 

Não curto muito ficar reclamando, então, me resta cantar: vida, vida, vida...

De todo modo, apesar de as noites continuarem mal dormidas, com tosses que me fazer acordar, em regra, antes das 5h da manhã, o trabalho fluiu bem e a dor de garganta me abandonou a partir de quinta e, dela, não sinto nenhuma saudade. Pretendia correr hoje, mas o nariz continua entupido. Semana que vem será melhor, tenho certeza! Ao menos, espero!

A alimentação continua saudável e isso foi fundamental para manter o corpo de pé. Eu, que sou adepta aos chás, tenho feito muitos de malva (super boa para tosses e problemas respiratórios, lembra?), cravo e canela antes de dormir e ao acordar. Hoje, acresci um pouco de sete sangrias nessa mistura pra ver se levanto de vez (lembra, É tão benéfico que vale por sete). Mas só uma dica sobre estes chás: se pretenderem fazer algum que leve cravo e canela, procurem manter-se em locais com pouco vento após ingerir, ou ao menos mantenham-se minimamente protegidos, já que eles aquecem o corpo e, como se costuma dizer, não é bom tomar friagem nessas condições.

Descobri também que o nabo é bom para afastar a congestão pulmonar e tosses. Olha que loucura! Eu, que comecei a usar este legume por um mero erro na compra e, depois de pesquisar a respeito dos benefícios, acabei me animando por ele conter antioxidantes que trabalham na proteção contra a arteriosclerose! 

Aliás, acho maravilhosa essa possibilidade de conhecer, cada vez mais, os benefícios de alguns alimentos!

E, você, já se proporcionou mais saúde hoje? Vai lá, ainda dá tempo... 



quarta-feira, agosto 13, 2014

Vale ler e refletir

Há muito li esse texto e me surpreendi, pois o mesmo refletia muito do que penso - vai, aliás, bem de encontro ao que falei no último domingo. Imediatamente, o acresci como nota no Facebook, para que outros também pudessem pensar a respeito, e enviei também por e-mail a algumas pessoas. Hoje, percebi que ainda não havia compartilhado com vocês por aqui, então, nesta manhã, o reproduzo, para que leiam, reflitam e façam correr a ideia por mais lugares.


Aos nossos filhos
Frei Betto

Não tenho filhos. Mas, obviamente, sou filho, em companhia de mais sete irmãos. Se me faltam filhos biológicos, tenho-os espirituais ou por vínculos de parentesco. Sobrinhos são 16. Sobrinhos-netos, 14, dos quais nove com menos de cinco anos de idade!

Quando se fala em legado aos filhos há quem, de cara, pense em dinheiro. Tudo bem que os pais queiram fazer um pé de meia de olho no futuro de seus rebentos. Mas... cuidado! Não é dinheiro o que um filho mais espera dos pais, ainda que não saiba expressá-lo. É amor, amizade, apoio e, sobretudo, exemplo de vida. Thomas Mann dizia que um bom exemplo é o melhor legado dos pais aos filhos.

Ainda que os pais, bafejados pela roda da fortuna, deixem a seus descendentes gordas heranças, estas não deveriam ser o principal legado. Nada mais perigoso a um jovem que centrar sua autoestima na conta bancária ou no patrimônio familiar. É meio caminho para se tornar arrogante, preconceituoso e vulnerável às drogas. Sobretudo à cocaína, cujo efeito anaboliza a prepotência. Ao primeiro revés, o herdeiro despencará no abismo, despreparado para enfrentar a realidade.

Quem não se sente subjetivamente valorizado corre o risco de querer nutrir sua autoestima através de valores financeiros e patrimoniais. O ter suplantando o ser. Como o desejo tem fome de infinito, o tamanho da ambição costuma ter a medida da profundidade da frustração. Na Roma antiga os filósofos aconselhavam a considerar o necessário o suficiente. Uma sábia dica para saber lidar com a avassaladora pulsão consumista que assola o mundo.

Educação e espiritualidade 

O melhor legado aos filhos é, sem dúvida, uma boa educação. Não me refiro apenas à escolaridade, que é imprescindível. Pesquisas comprovam que, no mercado de trabalho, o nível de escolaridade corresponde ao salarial. Conhecimento é poder.

A educação ética deveria ser o principal legado aos filhos. E ela decorre do exemplo dos pais. Estes devem fazer a escolha: incutir nos filhos atitudes de competitividade ou de solidariedade? O professor Milton Santos, da USP, enfatizava a importância de se perseguir os bens infinitos, e não apenas os finitos. A advertência ganha especial importância neste mundo desimbolizado, desencantado, em que vivemos, onde se carece de abertura aos valores
transcendentais.

Em sua Metafísica dos costumes Kant alerta: "Tudo tem ou bem preço ou bem dignidade. O que tem preço pode ser substituído por seu equivalente; ao contrário, o que não tem preço e, portanto, equivalente, é o que possui dignidade." Em outras palavras, o sadio orgulho de ser ético se contrapõe à miserável satisfação de ser esperto.

Uma criança não deve ser movida a consumo, e sim a aprendizado, brincadeiras e fantasias. Um jovem será tanto mais cidadão quanto mais se incutir nele esperanças altruístas, ideais, sentido de vida e utopias.

Toda criança é mimetista. Se os pais dizem que toda pessoa merece respeito e, ao mesmo tempo, tratam a faxineira como escrava virtual, com certeza o filho fará o mesmo quando adulto. Idem no que diz respeito à preservação ou degradação ambiental.

O legado moral consiste em evitar que o filho seja preconceituoso, mentiroso, invejoso, e saiba tratar cada ser humano com pleno respeito à sua dignidade e a seus direitos. Sobretudo, que tenha espírito crítico e disposição de tornar o  mundo menos desigual e mais justo.

Todos acompanhamos o recente episódio, no Rio, do rapaz que, num racha, desrespeitou a sinalização de "trânsito impedido" num túnel em obras e matou Rafael, 18, filho da atriz Cissa Guimarães com o músico Raul Masca renhas.

Segundo o noticiário, o pai do jovem homicida teria subornado os policiais incumbidos de puni-lo. Tal pai, tal filho.

Isso vale para outros aspectos da vida. Como se queixar do filho obeso se os pais se empanturram à mesa e se entopem de açúcares e gorduras saturadas? Com frequência, pais de adolescentes me consultam sobre como agir frente à indiferença religiosa dos filhos. Minha primeira reação é dizer que a pergunta veio com dez anos de atraso. Se os filhos tivessem 6 ou 8 anos, e não 16 e 18, eu saberia o que aconselhar: orem com eles, leiam e comentem a Bíblia, levem a sério o caráter religioso de datas como Páscoa, Natal ou, caso não sejam cristãos, as efemérides próprias de sua denominação religiosa.

E exercite-os na cada vez mais rara virtude da tolerância. Deus não tem religião. Ensinem a seus filhos não considerarem diferença divergência. Pela ordem natural, pais morrem ou transvivenciam antes de seus descendentes. Se indaguem - que imagem vocês deixarão na memória de seus filhos? Lembrem-se de seus próprios pais e avós. Quais os legados positivos e negativos eles imprimiram em sua memória afetiva? Deixaram saudades?

A parábola
Um homem muito rico, acometido de grave doença e desenganado pelos médicos, convocou filhos e netos para comunicar-lhes a herança que lhes deixaria. Todos, ansiosos, compareceram ao hospital. Formaram uma grande roda em torno do leito.


Dada a ordem, o advogado do enfermo abriu a pasta e distribuiu aos herdeiros caixas de fósforos, uma para cada um. Decepcionados, entreolharam-se e, ao abrirem a caixinha, encontraram pequenas sementes. O homem, tom ando em mãos uma das caixas, explicou: "Esta semente é a do amor; esta, da solidariedade; esta aqui, da compaixão; esta, da amizade; aquela ali, do perdão. Se vocês souberem cultivá-las, haverão de ser felizes." E acrescentou: "A fortuna que acumulei será destinada a obras sociais."


segunda-feira, agosto 11, 2014

De volta à rotina, então...



Sim, hoje foi dia de exercícios, afinal, queria ajeitar tudo com calma para sair linda e ruiva de volta ao trabalho. Mas foi apenas uma inversão na programação. Amanhã, mantida a proposta de 6 km de alegria! Para hoje, local intenso, intensíssimo!

Suco do dia? Melancia com banana e chá verde. Linhaça e gengibre? Sempre presentes!

E, você, já se proporcionou mais saúde hoje² Aproveita, está cedo e o dia está lindo! Vamos que vamos! Bom dia e bons treinos a todos!

domingo, agosto 10, 2014

Em um pequeno parêntese sobre o dia a dia...

...me pego sempre me impressionado - melhor dizer, me incomodando, já que não me surpreendo mais - com a falta de educação das pessoas. Aos poucos, fui criando a teoria de que educação se tem ou não se tem. Arrisco dizer até que seja fruto da índole da pessoa, considerando índole, conforme diz o Aurélio, como propensão natural (gênio, caráter, temperamento) de um indivíduo. Acho que não deve ser minha essa teoria- alguém já deve ter até falado, de maneira científica a respeito -, mas como não li e tirei a conclusão das experiências do cotidiano, vou dizer que é minha.

Mas realmente acho isso: você tem ou não tem propensão para educação. Claro que, por vezes, a falta de educação decorre da falta de orientação de pais e responsáveis no período de formação da pessoa, mas, ainda assim, acredito que o relacionamento com outras pessoas, em escolas, faculdades, ambientes profissionais, sejam estes quais forem, podem proporcionar bons aprendizados para aqueles que estão dispostos a aprender e boas maneiras, n sentido mais puro da expressão, para aqueles que não tem a propensão natural para o destrato.

E, na verdade, se pensarmos bem, há diversos exemplos do contrário: pais e responsáveis que se empenham e educar da melhor maneira, e seres que, desde o início da vida, mostram que não se adequarão a estas perspectivas, simplesmente porque não vão. Maltratam os irmãos, colegas de escola, agem com total falta de respeito da própria casa etc.

Eu sei que, muitas vezes, a falta de educação é a rebeldia e, no futuro, ela passará. Mas, muitas outras, ela não passa e, aí, o tempo de contornar este contexto já passou.

Sei também que, em diversas ocasiões, a falta de cordialidade é reflexo das experiências vividas, mas realmente não acho que uma coisa justifique a outra. Acho bastante esquisito Z, por exemplo, tratar o alfabeto inteiro mal porque A não lhe foi respeitoso. Sim, ele pode agir com frieza em relação a A, ele tem razões pra isso e não estou aqui para discutir seus sentimentos, mas não acredito que F mereça ser desrespeitado ou, não em menor escala, não ser ao menos cumprimentado por conta disso.

Bom dia, boa tarde, boa noite, obrigada, com licença, por favor, hoje, são palavras raras, e elas fazem falta, ao menos para mim. Pra você, não?

É preciso gerir a educação em seus diversos sentidos, de verdade. E isso deve ser breve, já que, em um futuro talvez não muito distante, as pessoas só se falarão através deste meio através do qual agora vos falo e aí...



sábado, agosto 09, 2014

E, na próxima segunda, de volta à rotina...

E de volta às marmitas! Então, como já disse em outro post, que você pode relembrar clicando aqui, as marmitas são um bom exemplo de boa gestão da alimentação e/ou do dinheiro e/ou do tempo e/ou da saúde. Costumo começar a organizar as minhas no final de semana, afinal, quando a semana começa, a correria vem junto e, aí, a chance de não organizar bem minhas queridas acaba sendo grande.

Pois bem, e o que preparei para segunda e terça, por exemplo?

Para segunda, cenoura ralada e grão de bico, que amo, amo, amo, com cheiro verde picado! Aliás, falando em grão de bico, fiz na última quinta-feira a noite uma sopa/creme de grão de bico com abóbora, temperada com hortelã e um misto de pimenta do reino com páprica, que, olha, ficou saborosíssima!



Terça-feira, irei de couve, arroz integral e antepasto de berinjela - aquele que leva os pimentões das três cores e fica uma delícia (normalmente, sou eu quem prepara os meus quitutes, mas esse foi a mamys que fez e ela entende deste prato!).





Comecei, também, a partir de hoje, a organizar os vegetais e legumes para a saladinha dos jantares para os próximos dois dias. Limpei as folhas, sequei e organizei no pote com tampa e intercaladas com um papel. Fiz uma pesquisa básica na internet e achei essa uma boa forma de organizar os vegetais já desinfetados. Vamos ver. Os legumes apenas cortei e coloquei um vinagre de maça. Ambos os potes ficam bem fechadinhos. Usei a ideia inicial da salada no pote, que prova que dá certo guardar a salada na geladeira já prontinha, desde que bem armazenada, mas preferi deixar os ingredientes separados, pra misturar da forma que preferir quando chegar a noite. Acho que vai dar certo ;-)

Se quiser ver melhor essa ideia da salada o pote, recomendo dar uma corrida lá no Blog da Mimis e no Receitas de Minuto.

Pra não deixar passar, o suco do dia hoje contou com a famosa melancia com limão e chá verde. Só faltou o sol pra brindar com essa delícia refrescante e detox.

E o fim de semana está apenas começando, hein! Vamos que vamos que a saúde e a animação estão a mil hoje!